Estou em Santiago

“Sim, estou em Santiago de Compostela.”
Basta dizer isso que já posso ouvir o sorriso que acompanha interjeições animadas e vem seguido de um suspiro sonhador.

Vim à Espanha para descobrir que nunca soube embromar um espanhol e hoje até esgasgo no meu português. Estou na cidade peregrina e sei que soa esnobe dizer que não andei muito mais do que os quarteirões que separam o hotel do campus da universidade. Assim é o que trabalho me faz (ou assim é o que faço eu do trabalho).

Seja como for, Santiago já me encanta. Uma atmosfera ao mesmo tempo tranquila e animada; como viver em slow motion num filme de falatório acelerado. Uma cidade mística que esconde uma tentação em cada esquina, digo, uma tentação em cada padaria/café de esquina.

A Santiago dos sorrisos e interjeições ainda descobrirei. Quanto as tentações…imageedit_2_5404480140

porque algum motivo churros me fazem pensar no chaves… hihihi