Tem alguma coisa errada

Boa noite! Já jantaram?

Eu fiz bife a role na minha nova panela de pressão (pois é, tenho uma panela de pressão nova, linda e moderna…tão moderna que achei que nem saberia usar). Minha janta ficou com gosto da minha comida…digo, da minha comida quando cozinhava no Brasil – e pensar que cheguei a viver de sopa pronta servida com talheres de plástico…hehe

Mas não foi por isso que eu resolvi escrever. Queria compartilhar com vocês um momento de fraqueza: estou ouvindo Zezé di Camargo e Luciano. E qual musica?! É o amor.

Pior, estou ouvindo pela segunda vez e pensando que essa musica já fez vez como marcha nupcial (isso não é uma crítica nem uma sugestão).

Tem alguma coisa errada comigo, não acham?

Não, não estou orgulhosa desse feito. Trouxe assunto aqui porque senti necessidade de infectar mais gente que, como eu, vá ficar cantando pro resto da noite…

…é o amoooooor que mexe com minha cabeça e me deixa assim…

Segue o virus. Bom contágio 😉

Anúncios

Will you?!

Estarei fora uns dias – não que isso justifique me ausentar do blog (afinal, tenho que reconhecer que mesmo estando em casa não apareço). A questão é que vou pra um lugar que não sei onde, fazer não sei exatamente o que e essa minha partida tem uma trilha sonora perfeita para ‘quem fica’. É pra você que fica que eu canto:

I’ve got my ticket for the long way around
Two papers to read* for the way
And I sure would like some sweet company
And I’m leaving tomorrow. what’d you say?

When I’m gone, when I’m gone
You’re gonna miss me when I’m gone
You’re gonna miss me by my hair
You’re gonna miss me everywhere
You’re gonna miss me when I’m gone

* trecho adaptado do original

Sanca: descobertas (musicais)

Contei que Alanis povoou meus primeiros anos em Sanca. E foi ainda lá nas kits do 75B que tantos cantores começaram a ter nome, tantas músicas começaram a ter letra (lembram as cantorias regadas a Bryan Adams, meninas?!).

Ao regressar pra Sanca, vivi uma enxurrada de seriados, mas foi especialmente Grey’s Anatomy que me conduziu a uma infinidades de descobertas musicais. Uma dessas descobertas, que veio primeiro como indicação da MC, ‘carrego comigo’ desde então e por isso não poderia faltar aqui: Ingrid Michaelson + Grey’s Anatomy

‘cause all I can do is keep breathing…now

P.S. Outros posts do projeto “Sanca: fotos, fatos, músicas” você encontra AQUI