2017 in review

Última postagem: 23 de agosto.
Será que preciso reconhecer que abandonei o blog?!
Oi?! Tem alguém aí?!

Fim de ano é sempre meio clichê. Tempo de retrospectiva, resoluções de ano novo… e eu me identifico totalmente!!  Achei então que seria um bom momento para revisitar o post de dezembro 2016 intitulado: My wish for 2017.
Vejamos (updates em vermelho):


December reflections: My wish for 2017

… a job (to pay the bills) and my beloved Czech guy (to share the bills… hehe)

a job and my Czech guy… ok, checked

imageedit_3_8570621311

Claro que há muito mais que desejo de 2017, quem não deseja…

– perder uns quilinhos  (sim!!!! -3kg)
– dançar com mais frequência  (well, well… creio que dançar na cozinha não conta)
– deixar de ser loira (sim!!! sou meu eu moreno novamente e agora com tons avermelhados felizes)
– arrumar tempo na agenda pra dar um pulo no Brasil (mais que um pulo… foram 3 semanas de arroz-feijão e muito ‘sazon’)
– receber visitas da família  (visitas da tal família que a gente escolhe, aqui na Praguice e também em terras Brasillis)
– ter meus artigos publicados (ehmm… é… só errei ao escrever ‘artigos’ no plural)
– ler mais James Rollins e também o recém-publicado livro do Zafón (ler não li, mas nas ultimas semanas os dois livros enfim acharam o caminho da minha estante)


Parece que meus desejos para 2017, de uma forma ou de outra, se realizaram. Bora acreditar nos desejos para 2018 😀

Anúncios

#AugustBreak – dia 23: a sign

O tema de hoje me fez lembrar essa placa em frente a uma sorveteria em Bratislava.
Os dias por aqui continuam a sinalizar o fim do verão, mas tenho de concordar que dias ruins melhoram bastante com um bocado de sorvete 😉

Far away, so close

14 graus. Chuva, botas e jaqueta. Para onde foi o verão?! Pensamentos numa xícara de café enquanto os olhos correm por páginas e páginas desses símbolos que chamam ‘matemática’. Fim do expediente. E nos 17 graus do céu cinza, ainda é verão.

sorvete

Dito isso, acho que não preciso acrescentar mais nada (a não ser, talvez, um pouco de chantilly) 😉

#Bratislava por aí

Ver o post original

#AugustBreak – dia 18: One regret

Just one?!
Um arrependimento?!

As histórias que não contei; me arrependo daquilo que não escrevi e que talvez assim tenha se perdido no mundo das palavras não ditas.
De resto, os tropeços até aqui ou o que eu poderia ter feito diferente… para todo o resto prefiro (ou tento) pensar como Pedro:

View this post on Instagram

O nome disso é evolução.

A post shared by Um cartão (@umcartao) on

 

#AugustBreak2017