BookCrossing

bookcrossing n. the practice of leaving a book in a public place to be picked up and read by others, who then do likewise. (info by wikipedia)

Tempo atrás, no blog da Bruxa do 203, tomei conhecimento do projeto BookCrossing blogueiro – que já se encontra em sua 5° edição. O objetivo do BookCrossing é deixar um livro que você já leu ‘passear livre’ pelas mãos de outras pessoas. A proposta divulgada no blog da Luma junta a essa ideia a divulgação nos blogs (veja o post aqui).

Sou bookaholic assumida (e agora e-bookaholic), mas sou também bastante fã do desapego…portanto: ADOREI a ideia! Fiquei uns dias matutando como eu poderia participar – uma vez que, estando em Praga, não faria muito sentido deixar por aí um livro em português e eu tão pouco tenho dindin pra bancar o ‘abandono’ de um livro em tcheco ou inglês. Fiquei pensando nos livros tão solitários na minha estante no Brasil, conversei com a mamy e…está definido: vou participar!!

Escolhi o livro, pensei o recadinho que vai dentro dele e a mamy será a executora da tarefa de deixa-lo à vista do próximo leitor. Volto outro dia para contar como as coisas se encaminharam, hoje só vim divulgar o projeto. Tomara você aderir a ideia também e espalhar por aí um pouco de felicidade, pois…

“Creio que uma forma de felicidade é a leitura.”
(Jorge Luis Borges)

Eeeei…não deixe de me contar se for participar 😉

10 respostas em “BookCrossing

    • Sabe que pode até ser possível ‘rastrear’ o livro?!
      Existe um site (http://www.bookcrossing.com.br/) onde se registra o livro e ele gera um código que deve ser colocado no livro juntamente informações do site. Daí por diante vai depender do novo dono dar ou não uma indicação do paradeiro.
      Ainda não decidi se vou registrar o que vou ‘passar adiante’…o que você faria?

  1. Eu acharia legal saber se, de fato, foi lido por alguém. Então, por um lado eu rastrearia se tivesse essa possibilidade. Por outro lado, a pessoa pode se sentir constrangida em falar com alguém que não conhece…

    • Hehehe…o ‘rastreamento’ é sigiloso. Não creio que a pessoa tenha contato direto com quem ‘abandonou’ o livro ou nem precise se identificar. O objetivo é apenas registrar por onde os livros andaram 😉

  2. Oi, Pequena Gi!!
    Ainda não li seu post mais recente para saber qual livro libertou ou se libertou… Agora quero apenas agradecê-la a divulgação. Você plantou sementinhas… e estou torcendo para que outras pessoas tenham apreciado a ação e que mesmo agora não se sintam motivadas, comecem a se acostumar com a ideia.
    Tenho um amigo em Praga brasileiro e talvez vocês podem trocar livros, mas se é fã do desapego, acho que ele gostaria do presente… 🙂
    Podemos libertar os livros a qualquer tempo, mas no BookCrossing Blogueiro estipulei uma semana a cada evento como forma de divulgar e plantar sementinhas… e faltam somente dois dias…

    • Oi Luma, obrigada pela visita. O livro só vai ‘passear’ na sexta-feira, daí te conto qual foi (ou quais, minha mãe curtiu a ideia e acho que vai ‘libertar’ um por conta própria).

      Ah…sobre seu amigo que está em Praga, me apresenta ele via face. Não tenho comigo muitos livros em papel mas quem sabe a gente se esbarra por aqui e troca uns e-books?! 🙂

  3. Pingback: BookCrossing: livro livre (Brasil) | Far away, so close

  4. Pingback: BookCrossing: livro livre (Rep. Tcheca) | Far away, so close

  5. Pingback: BookCrossing de Natal: done! | Far away, so close

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s